Carlos Lombardi quer fazer o Remake “Como Salvar meu Casamento” na Record

Carlos Lombardi disse que mantém um plano de realizar, a médio prazo, o remake da novela “Como Salvar Meu Casamento”, escrita por ele, Edy de Lima e Ney Marcondes, na extinta TV Tupi, em 1979. A emissora faliu quando Lombardi e os outros dois autores escreviam o capítulo de número 194.

Como Salvar Meu Casamento é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Tupi e exibida de junho de 1979 a fevereiro de 1980. Escrita por Edy Lima, Ney Marcondes e Carlos Lombardi e dirigida por Atílio Riccó. Nunca teve seu final revelado.

Sinopse

Há 23 anos, Dorinha e Pedro vivem uma típica vida de casal classe média. Aparentemente felizes, têm a vida mudada de uma hora para outra quando Pedro conhece Branca, uma mulher mais jovem e muito bonita. Disposta a lutar, Dorinha parte em busca de soluções para salvar seu casamento.

Atores que participaram:

  • Nicette Bruno – Dorinha
  • Adriano Reys – Pedro
  • Paulo Guarnieri – Ricardo
  • Flávio Guarnieri – Celso
  • Wanda Stefânia – Paula
  • Elaine Cristina – Branca
  • Beth Goulart – Sílvia
  • Ariclê Perez – Valquíria
  • Hélio Souto – Mário
  • Alzira Andrade – Jô (Josinete)
  • Kito Junqueira – Melão
  • Leonor Lambertini – Arminda
  • Cléo Ventura – Laura
  • Rildo Gonçalves – Leandro
  • Paulo Betti
  • Raul Gil – como ele mesmo

 

Curiosidades

  • O projeto inicial do diretor Walter Avancini era de fazer uma novela inspirada em O cortiço, romance naturalista de Aluísio Azevedo, porém a censura federal proibiu a produção dessa telenovela. Avancini então apostou em um trio de autores sem experiência em TV e lançou-se na produção de “Como Salvar Meu Casamento”.
  • A TV Tupi iniciou a novela sem nenhuma estrutura e com índices muito baixos de audiência no horário. Apesar das dificuldades, a novela conseguiu chamar a atenção de uma parcela do público interessada no tema. Como a novela elevou sua audiência, alcançando a liderança na Grande São Paulo, o tempo de duração dos capítulos da novela aumentou. Todavia a emissora entraria naquela que seria última crise.
  • Com o fechamento do departamento de dramaturgia da TV Tupi, Como Salvar Meu Casamento saiu do ar sem exibir aos telespectadores o desfecho de sua história, assim como Drácula, uma História de Amor, atração das 19h. Faltavam apenas vinte capítulos para o fim da novela. Para tapar o buraco na grade de programação (e sem condições de estrear uma atração inédita), a TV Tupi iniciou a reprise da novela A viagem, que também não foi concluída.
  • Foi paralisada também a produção da telenovela que substituiria “Como Salvar Meu Casamento”: Maria Nazaré. A novela seria protagonizada por Eva Wilma e Carlos Augusto Strazzer, dirigida por Carlos Zara e escrita por Teixeira Filho. Uma cidade cenográfica tinha sido construída, e 32 cenas já tinham sido gravadas, mas a novela não chegou a estrear.
  • Eva Wilma fez participação especial em três capítulos.
  • Em 1995 tanto a Rede Globo quanto o SBT estavam interessados na compra de direitos dessa telenovela e fazer um remake, porém ambas as emissoras desistiram da negociação.
  • Drácula, Uma História de Amor teve melhor “sorte”. Em 21 de julho de 1980, três dias após o fechamento da Tupi, a novela estrearia na Rede Bandeirantes com o título de Um Homem Muito Especial.

 

Siga! @todocanal | Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s