Bastidores da TV por Flávio Ricco (05/03)

Seriado exibido na Band comete erro histórico

Produzida pela norte-americana HBO, em parceria com a inglesa BBC e a italiana Rai, a série Roma reconstitui com grande fidelidade histórica um momento fundamental da Antiguidade: a transição da República para o Império em Roma
Produzida pela norte-americana HBO, em parceria com a inglesa BBC e a italiana Rai, a série Roma reconstitui com grande fidelidade histórica um momento fundamental da Antiguidade: a transição da República para o Império em Roma

Na excelente série “Roma”, exibida pela Band, observa-se que a falta de cuidado, sabe-se lá de quem, também não está entre as principais preocupações de ninguém. Vai que vai.
Marco Antonio, na cama, já naquele tempo envolvido em problemas com sua amante, vira-se e diz: “Sua velha bruxa, maquiavélica”. É de se admirar o seu poder em chegar a tanto.

Como se sabe, Maquiavel nasceria centenas e centenas de anos depois do Império Romano e, portanto, a expressão cunhada em seu nome não existia à época de Julius Cesar. Quase impossível imaginar que uma falha dessas tenha passado pela sua produção. É de se intuir que foi um erro da dublagem brasileira. Sem querer quebrar a cabeça para achar uma palavrinha melhor e mais adequada, mandou ver numa que ainda não existia. Alguém, como se vê, faltou bem nesta aula.

E assim, Marco Antonio que mais tarde casaria com Cleópatra, se tornou um profeta na versão brasileira de Roma. Mais uma vez, isso passou por todos. A cena foi ao ar e repetida no capítulo seguinte.

Outro bom momento na longa lista de erros que assola a TV no Brasil.

Está fora

A Bandeirantes, meio sem escancarar, tem realizado mudanças na apresentação dos seus programas. Já ficou acertada a saída de Paloma Tocci do “Deu olé”, exibido nas tardes de sábado.

Edu Moraes/Record

Capricharam…

Esse pessoal da Record parece que não sei. O “Got Talent” é anunciado como uma das suas principais novidades para este ano. Contrataram o Rafael Cortez para isso. Só que botaram a estreia do programa bem no dia da final do “Big Brother”.

Duas novidades

A Record acaba de fechar a contratação de Bianca Byington e Juliana Didone. Ambas irão participar da novela de Carlos Lombardi, até aqui conhecida por “Pecado Mortal”. O anúncio foi feito pelo próprio autor, por meio de uma rede social. As duas vêm de trabalhos recentes na Globo.

Novo xerife

Já nas primeiras horas de ontem, José Luiz Portella assumiu a direção de toda a área financeira da Rede TV!. É engenheiro civil, especializado em gerenciamento de projetos, orçamento público, transportes e tráfego. Tudo que se relacionar a dinheiro, a partir de agora, terá que passar por ele.

Boa nota

José Luiz Datena foi examinado pelo otorrino Paulo Pontes na sexta-feira e constatado que ele não tem nada nas cordas vocais. O que existe é apenas uma inflamação crônica por esforço. Tem que pegar mais leve e fazer fono.

Iniciativa

Karyn Bravo, além de apresentar os telejornais do SBT, também se colocou à disposição para participar da edição de matérias. Teve a sua solicitação atendida pelo Marcelo Parada, diretor do departamento.

Quebrando o cofrinho

Novela de tiro curto, com cerca de 3 meses de duração, a nova versão de “Dona Xepa” caminha para ser uma produção de pouco investimento na Record. Como afirmam alguns, internamente, a produção está juntando moedas nos trabalhos dessa novela. Tudo na base da economia. Assim fica difícil.

Jornalismo

A Globo News, 5 da manhã de domingo, iniciou a cobertura da ocupação do Complexo do Caju, na Zona Norte do Rio. Com imagens do helicóptero, Rafael Coimbra e André Trigueiro foram a campo e, dos estúdios, contaram com o apoio de especialistas. Foi o único canal a transmitir o ocorrido “ao vivo”. Notícia não tem dia nem hora para acontecer.

Olha o labirinto

“Guerra dos Sexos”, da Globo, continua insistindo em mostrar imagens de São Paulo, de cabeça pra baixo, nas suas passagens de tempo. O primeiro que descobrir a razão de mais essa, por favor, avise. É bem possível que, nos dias atuais, não exista nada mais incomodo do que aquilo.

Ficou esquisito

Cláudia Alencar foi demitida do espetáculo “Malvadas”, que estreou em São José dos Campos na semana passada, e substituída às pressas por Luciana Gonçalves, que havia feito a peça no Rio. De acordo com a produção, ela vinha alegando questões de saúde para justificar a sua ausência nos ensaios. Mas também fala-se no convite para gravação de piloto de um novo programa do “Multishow”.

Duas seguidas

Ricardo Waddington, depois da novela de Thelma Guedes e Duca Rachid, que estreia em setembro, poderá emendar um outro trabalho na faixa das 6, da Globo, se prevalecer a escolha de Rui Vilhena, com supervisão-geral de Aguinaldo Silva. Isso só não acontecerá se um outro autor entrar no meio disso. É o caso de Lícia Manzo, por exemplo, que também tem uma sinopse em avaliação.

Tem cabimento?

Depois falam dos outros… A Bandeirantes, na falta de outro, colocou mais uma edição do “Terceiro Tempo” antes do futebol. Quer dizer que o “terceiro” vem antes do “primeiro”? É uma coisa tão sem sentido como título. Por que não pensar num nome diferente e mais adequado? Ou, se for o caso, inventar um programa novo.

Bate – Rebate

•       O especial “Melhores do Ano”, do “Domingão”, atingiu recorde de audiência na Grande São Paulo.
•       Foram 20 pontos de média e 42% de participação.
•       Repórter indignado da Band, dia desses, falava de um bandido sem escrúpulos.
•       Mas será que alguém conhece um bandido com escrúpulos?
•       É aquilo mesmo. O SBT fechou o Pacaembu para o lançamento do reality “Menino de Ouro”.
•       Ontem, pela manhã, funcionários da emissora já estiveram no estádio estudando detalhes da cenografia.
•       Nesta terça-feira, o programa “A Máquina”, do Fabrício Carpinejar, na Gazeta, comemora um ano de apresentações, recebendo o cantor e compositor Lenine.
•       Adriane Galisteu, de volta do exterior, está gravando novamente os seus programas no Investigation Discovery.
•       Ainda da TV paga, o Nickelodeon está com novos episódios de As Tartarugas Ninja no ar. Diariamente, às 17h30.
•       Mariana Ximenes, atualmente em “Guerra dos Sexos”, também está na mira do filme “Super Crô”, que terá Marcelo Serrado como protagonista.
•       Ivete Sangalo, como se sabe, é outra que também interessa.
•       A Globo programou para o dia 29, sexta, após o “Globo Repórter”, um “Cinema Especial” com Jennifer Aniston e Gerard Butler. O filme é “Caçador de Recompensas”.

C´est fini

Em função da cobertura da Copa das Confederações, considerado o principal evento esportivo deste ano e com realização no Brasil, a direção de Entretenimento da Globo está reestruturando o seu calendário de estreias para os próximos meses. A ordem é evitar lançamentos no mês de junho, devido ao risco de pouco ou nenhum impacto.
Isso envolve diretamente a nova “Malhação”, que saiu do núcleo do Boninho e foi passada para Dennis Carvalho. Ninguém sabe ainda quando irá estrear ou se o novo diretor pretende mexer na equipe de autores, que já tinha um projeto encaminhado.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Um comentário em “Bastidores da TV por Flávio Ricco (05/03)

  1. Eu já assisti a série completa 1e 2 temporada de Roma o figurino está muito bom, o que tem de enche linguiça para por falta de conteúdo não está escrito, se fosse uma série brasileira já tinha muita gente metendo o pau, essas séries épicas que a Record esta passando, e essas séries que a Globo passa não perde nada para os gringos, mas como se sabe, santo da casa não faz milagre o brasileiro vai enchendo cada vez mais os bolsos dos gringos.

Siga! @todocanal | Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s