Equipe de TV é agredida durante cobertura da morte de Chávez em Caracas

Repórter Carmen Andrea Rengifo é agredida durante cobertura da morte de Hugo Chávez em Caracas

Repórter Carmen Andrea Rengifo é agredida durante cobertura da morte de Hugo Chávez em Caracas.

Uma repórter e um cinegrafista da emissora de televisão colombiana RCN foram agredidos na noite de terça-feira (5) enquanto cobriam a reação de simpatizantes de Hugo Chávez nos arredores do Hospital Militar de Caracas, onde morreu o presidente venezuelano.

“Chegamos ao local, começamos a fazer imagens e estava tudo tranquilo, de repente alguém começou a gritar ‘são um canal golpista’, e as pessoas começaram a ficar agressivas, nos deram tapas, socos, nos bateram com paus”, relatou a jornalista Carmen Andrea Rengifo.

“Atingiram-me na cabeça, mas foi uma ferida leve e estou bem. O cinegrafista tem arranhões e marcas no corpo. Ele caiu duas vezes e continuaram a golpeá-lo, mas também está bem”, detalhou a jornalista.

Outra emissora colombiana, Caracol, e o jornal espanhol ABC haviam sido rotulados de fascistas na última sexta-feira pelo vice-presidente venezuelano, Nicolás Maduro, por “fazer uma campanha contra a estabilidade da Venezuela, mentindo sobre a saúde de Chávez”.

As informações são do jornal Folha de são Paulo.

Siga! @todocanal | Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s