FRACO: “SBT Brasil” e “Jornal do SBT – Noite” registram a mesma audiência

Carlos Nascimento Jornal do SBT

O “SBT Brasil”, jornalístico exibido no horário nobre da emissora, e o “Jornal do SBT”, jornalístico exibido na madrugada, registraram a mesma média de audiência nesta terça-feira (12).

Nas decimais o “SBT Brasil” registrou 4.2 pontos de média, e o “Jornal do SBT” registrou 3.9 pontos, mas ambos telejornais consolidaram 4 pontos de audiência.

Vale lembrar que cada ponto representa 62 mil domicílios na Grande São Paulo. Os números acima servem como referência para o mercado publicitário.

Reformulação no jornalismo do SBT

O âncora do "SBT Brasil", Carlos Nascimento (Foto: Reprodução)

O âncora do “SBT Brasil”, Carlos Nascimento (Foto: Reprodução)

O novo cenário do jornalismo do SBT já tem data para estrear: será no dia 18 de março, durante a apresentação do “SBT Brasil”. Apesar de só ser lançado agora, o projeto está em andamento desde o ano passado.

VEJA TAMBÉM: Imagem na internet pode revelar nova redação do SBT

Haverá ainda o lançamento de uma campanha com todos os âncoras, trabalho realizado pela Publicis. De acordo com Flávio Ricco, esse material é específico para a televisão – vinhetas – e mídia impressa

MMA Alterosa: lutadores invadem a TV Alterosa

As feras do esporte que mais cresce no mundo estarão na tela da TV Alterosa neste fim de semana. Um programa especial de MMA, conhecido como Mixed Martial Arts ou Vale Tudo, vai mostrar os bastidores das lutas do UFC Rio, os melhores momentos da competição e ainda apresentar a história do único atleta mineiro que participou do confronto: Rousimar Palhares (Toquinho), natural de Dores do Indaiá. Neste sábado, logo após o Bola na Área, às 13h15, a repórter Isabel Guimarães apresenta o MMA Alterosa que terá como convidados o jornalista Chico Vilela, do portal Superesportes/Blog Nocaute, e do professor de MMA e campeão mineiro e brasileiro de jiu-jitsu, Philip Girino, que também é irmão do lutador Rafael Sapo Natal.


Confira o comentário do jornalista Carlos Nascimento no “Jornal do SBT”

O jornalista Carlos Nascimento, apresentador do “Jornal do SBT”, realizou um comentário sobre dois assuntos bastante citados na internet e na mídia brasileira.

O comentário realizado por Nascimento, logo no início do telejornal, foi referente ao suposto estupro que teria acontecido no reality show “Big Brother Brasil” e sobre a Luiza, a jovem paraibana que virou sucesso na internet após ser mencionada em um comercial regional. Os dois assuntos ganharam repercussão nacional e internacional, chegando a entrar nos assuntos mais comentados nas redes sociais, principalmente o Twitter. Veja abaixo o comentário do jornalista do SBT: 

O Telejornal

O “Jornal do SBT” aborda os fatos mais importantes do dia do Brasil e do mundo de forma diferenciada. O telejornal é exibido de segunda à sexta no inicio das madrugadas do canal paulista.

Caso Luiza

Quem navega com frequência na internet e usa redes sociais como Twitter e Facebook, por exemplo, deve ter notado o uso dá expressão “Menos Luiza que  está no Canadá”. Pois bem, essa expressão foi mencionada em um comercial imobiliário exibido no estado da Paraíba. O comercial, que é protagonizado pelo pai da jovem, já foi visto por milhares de pessoas. Confira abaixo o comercial e a matéria exibida no “Jornal Hoje”, da TV Globo sobre o sucesso repentino da jovem na web:

Isso mostra a força da internet, como ela influencia a vida na atualidade e como é um grande canal que é para difundir informações, cultura e conhecimento. E, só para constar, a Luiza já voltou do Canadá. 

“SBT Brasil” marca baixa audiência e amarga a quarta colocação

A edição do “SBT Brasil” da noite da última segunda (19), foi mal na audiência e fechou em quarto lugar para a emissora. De acordo com dados prévios, o produto jornalístico registrou média de 2.4 pontos.

No horário de exibição, a Globo liderou marcando 23.0, a Record fechou na vice com 5.4 e a band ficou na terceira colocação com 5.1 pontos.

Prévia – “SBT Brasil” – (19/12)

:globo: 23.0
:record:  5.4
:band:  5.1
:sbt:  2.4

Redação Todo Canal/Lucas Luís

PRÉVIA: “SBT Brasil” registra excelente audiência

:sbt:

Horario de exibição 19h30 às 20h14

SBT Brasil – 6 Pontos de Média, 7 de Pico.

Carlos Nascimento renova com o SBT por mais 4 anos

Nascimento ganha em torno de R$ 500 mil

O Fuxico

Disposto a manter a atual cara do jornalismo, o SBT decidiu renovar o contrato do jornalista Carlos Nascimento, âncora do SBT Brasil desde 2006, quando se desligou da Band para aceitar uma proposta tentadora de Silvio Santos.

De acordo com uma fonte de O Fuxico, Nascimento assinou contrato nos últimos dias de dezembro e ficará nas emissora por mais quatro anos.

O salário do jornalista, que gira em torno de R$ 500 mil, não foi reduzido, como se cogitou no mercado no ano passado.

SBT BRASIL: Alguém tem uma saia para emprestar?

Por Fabíola Reipert, R7

O SBT não tem muita tradição em jornalismo. Ponto. Isso não é novidade para ninguém. Mas não precisa exagerar, não é mesmo?

O que está acontecendo com o SBT Brasil, considerado o “principal” telejornal da emissora (é difícil até lembrar se existem outros) é espantoso.

O jornalístico comandado por Carlos Nascimento chega a perder até para o insosso Rede TV News no ranking dos telejornais das principais emissoras de TV aberta do país.

Calma que eu repito. O jornalismo do SBT perde para a Rede TV!. E a exclamação aqui não é aquela que vem no nome da emissora. É de susto mesmo!

Na sexta-feira passada, dia 4, por exemplo, o placar foi de 4 a 3 para a Rede TV!.

Mas não são poucos os dias em que Nascimento e sua colega de bancada, Karyn Bravo, chegam a 1,8 ou 1,7 e até 1,5 por vários minutos e despencam para o quinto lugar. Literalmente, ladeira abaixo.

Vale lembrar que, com Ana Paula Padrão no comando, o jornal marcava de 4 a 5 pontos. O que não falta é gente na Anhanguera com saudade desta época.

Na média, o SBT ainda se salva, mas estampa um quarto lugar nada honroso.

Na briga pelo Ibope, o Jornal Nacional, apesar de apresentar a pior audiência de toda a sua história, está com 31 pontos de média.

Em segundo lugar isolado, o Jornal da Record, que tem dado entre 8 e 9 pontos. O Jornal da Band aparece no fundo do retrovisor com 4,4 e o SBT Brasil dá 3,9.

O Rede TV News começa a chegar perto, com média de 3 pontos.

Já tem figurinista com medo do patrão mandar o Nascimento apresentar o jornal de saias. Ai, quanta maldade…

“SBT BRASIL” comete erros primários em uma semana de análise


Bastou uma semana de análise para identificar erros primários na edição do telejornal “SBT Brasil” âncorado por Carlos Nascimento e Karyn Bravo, as 19:30hs no SBT.

De 23 de Novembro até a edição de 28 de Novembro de 2009, em todas as edições da semana citada, faltou coerência nos assuntos tratados e nas matérias exibidas pelo principal telejornal da rede de Silvio Santos.

Foram erros absurdos que jamais poderiam acontecer, para quem quer conquistar mais audiência e respeito junto ao público que sempre busca por informações detalhadas e objetivas sobre determinada noticia. O fato é que falta organização na ordem das matérias.

Em menos de cinco minutos de telejornal, o telespectador que acompanhou a edição da ultima terça feira, viajou de São Paulo para a Bolivia em uma rapidez incrivel. Saiu da Politica para a previsão do tempo num piscar de olhos. Opa, mas que falta de coerência é essa?!

Em todas as edições da semana que se passou, a edição do telejornal se perdeu em todos os assuntos tratados, desde a crise no Governo do Distrito Federal, até aos assuntos relacionados a Saúde. Algo ainda pior veio na edição de quinta feira, quando deram destaque ao fato de um homem distribuir recados infames sobre sua ex esposa por toda a cidade. Como se essa noticia fosse mudar a rotina do telespectador brasileiro.

Não podemos deixar de citar, as encenações dos âncoras Carlos Nascimento e Karyn Bravo na previsão do tempo, até músicas especiais já rolou no quadro em questão.

Se a intenção é ser um dos primeiros telejornais noturnos a entrar no ar, que a equipe do “SBT Brasil” respeitem a ordem dos fatos e dos assuntos tratados. Se é para falar de Politica, que todas as noticias, sejam seguidas, assim como Econômia e Esportes. Citar um assunto e retornar nele somente blocos depois, deixa o telespectador perdido e com a sensação de estar assistindo a um produto totalmente descartável e dispensável. É hora de rever a edição desse telejornal, e ser coerente nos assuntos tratados e dar destaques ao que realmente interessa, não em noticias que não vão acrescentar nada ao telespectador brasileiro.