Haddad e Serra não aceitam termos e Record pode cancelar debate

Mesmo com a divulgação ocorrendo no decorrer da programação, o debate entre Fernando Haddad (PT) e José Serra (PSDB), candidatos à prefeitura de São Paulo, pode ser cancelado pela Record.

Conforme ocorreu no primeiro turno, mais uma vez divergências tendem a inviabilizar o encontro, que está marcado para ocorrer na noite da próxima segunda-feira (22).

Segundo a coluna Radar Político, do Estadão, nem Haddad nem Serra concordaram com os termos do debate, que permitia que o mediador (no caso, Ana Paula Padrão), fizesse perguntas aos candidatos. 

Outro ponto que desagradou ambos partidos foi o horário proposto para o evento. A Record, por questões de programação, defendia a realização do encontro às 23h15, logo após “Balacobaco”. Entretanto, os representantes de ambos acharam o horário muito tarde.

Caso não haja nenhuma reviravolta nas próximas horas, é iminente a oficialização do cancelamento do debate.

NT

Band acerta debates com partidos

O diretor de jornalismo da TV Bandeirantes, Fernando Mitre, já certou com os partidos políticos a realização de debates do primeiro turno entre os candidatos a prefeito das principais capitais brasileiras.

Caso haja necessidade de segundo turno também será realizado.

Redação – @BackerRodrigo

Record confunde-se e anuncia prisão de ator global

Audiencia Da Tv Real Time A Fazenda Record confunde se e anuncia prisão de ator global  BBB Notícias TV

Ontem pela manhã, no Fala Brasil, a Rede Record anunciou a prisão do ator global Matheus Nachtergaele por porte ilegal de armas. O ator, entre outros projetos, trabalhou em Da Cor do Pecado, América e está confirmado para a próxima novela das seis da Rede Globo, Cordel Encantado.

Entretanto, a emissora cometeu um engano ao dar a notícia. O detido, confundido com o ator da Rede Globo, possuía o nome de Matheus Natividade. Tal erro foi cometido por algum funcionário da emissora, que, mesmo assim, não puniu ninguém. No Record Notícias deste mesmo dia, a emissora retificou-se dizendo que havia cometido um engano.

O ator, ao saber da notícia exibida no telejornal da Record, ficou visivelmente transtornado, visto que odeia armas. Outro modo de se provar que Matheus Nachtergaele é inocente é por meio da localização. O ator da Rede Globo estava no Rio de Janeiro e acabara de voltar do Acre. Já a prisão de Natividade ocorreu em São Paulo.

Record confunde-se e anuncia prisão de ator global

Audiencia Da Tv Real Time A Fazenda Record confunde se e anuncia prisão de ator global  BBB Notícias TV

Ontem pela manhã, no Fala Brasil, a Rede Record anunciou a prisão do ator global Matheus Nachtergaele por porte ilegal de armas. O ator, entre outros projetos, trabalhou em Da Cor do Pecado, América e está confirmado para a próxima novela das seis da Rede Globo, Cordel Encantado.

Entretanto, a emissora cometeu um engano ao dar a notícia. O detido, confundido com o ator da Rede Globo, possuía o nome de Matheus Natividade. Tal erro foi cometido por algum funcionário da emissora, que, mesmo assim, não puniu ninguém. No Record Notícias deste mesmo dia, a emissora retificou-se dizendo que havia cometido um engano.

O ator, ao saber da notícia exibida no telejornal da Record, ficou visivelmente transtornado, visto que odeia armas. Outro modo de se provar que Matheus Nachtergaele é inocente é por meio da localização. O ator da Rede Globo estava no Rio de Janeiro e acabara de voltar do Acre. Já a prisão de Natividade ocorreu em São Paulo.

Record confunde-se e anuncia prisão de ator global

Audiencia Da Tv Real Time A Fazenda Record confunde se e anuncia prisão de ator global  BBB Notícias TV

Ontem pela manhã, no Fala Brasil, a Rede Record anunciou a prisão do ator global Matheus Nachtergaele por porte ilegal de armas. O ator, entre outros projetos, trabalhou em Da Cor do Pecado, América e está confirmado para a próxima novela das seis da Rede Globo, Cordel Encantado.

Entretanto, a emissora cometeu um engano ao dar a notícia. O detido, confundido com o ator da Rede Globo, possuía o nome de Matheus Natividade. Tal erro foi cometido por algum funcionário da emissora, que, mesmo assim, não puniu ninguém. No Record Notícias deste mesmo dia, a emissora retificou-se dizendo que havia cometido um engano.

O ator, ao saber da notícia exibida no telejornal da Record, ficou visivelmente transtornado, visto que odeia armas. Outro modo de se provar que Matheus Nachtergaele é inocente é por meio da localização. O ator da Rede Globo estava no Rio de Janeiro e acabara de voltar do Acre. Já a prisão de Natividade ocorreu em São Paulo.

Record confunde-se e anuncia prisão de ator global

Audiencia Da Tv Real Time A Fazenda Record confunde se e anuncia prisão de ator global  BBB Notícias TV

Ontem pela manhã, no Fala Brasil, a Rede Record anunciou a prisão do ator global Matheus Nachtergaele por porte ilegal de armas. O ator, entre outros projetos, trabalhou em Da Cor do Pecado, América e está confirmado para a próxima novela das seis da Rede Globo, Cordel Encantado.

Entretanto, a emissora cometeu um engano ao dar a notícia. O detido, confundido com o ator da Rede Globo, possuía o nome de Matheus Natividade. Tal erro foi cometido por algum funcionário da emissora, que, mesmo assim, não puniu ninguém. No Record Notícias deste mesmo dia, a emissora retificou-se dizendo que havia cometido um engano.

O ator, ao saber da notícia exibida no telejornal da Record, ficou visivelmente transtornado, visto que odeia armas. Outro modo de se provar que Matheus Nachtergaele é inocente é por meio da localização. O ator da Rede Globo estava no Rio de Janeiro e acabara de voltar do Acre. Já a prisão de Natividade ocorreu em São Paulo.

Eleições 2010 | Veja os dados das últimas pesquisas

A pesquisa Datafolha (28) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) com 50% dos votos (subiu 1% comparado a pesquisa anterior), José Serra (PSDB) aparece com 40% dos votos (subiu 2% comparado a pesquisa anterior). Indecisos eram 8%, agora são 4%. Brancos e nulos se mantiveram nos 4%

A pesquisa IBOPE (28) aponta Dilma com 52% dos votos (subiu 1%) e Serra com 39% (desceu 1%)

A pesquisa Vox Populi (24) mostra Dilma com 49% (desceu 2%) e Serra com 38% (desceu 1%)

A pesquisa Sensus (25) mostra Dilma com quase 52% (subiu 4%) e Serra com 36% (desceu 3%)

Texto do Todo Canal, com informações do UOL Eleições

Resultado da Eleição 2010 – Governador

http://uploaddeimagens.com.br/imagem/ver/Cpia-de-header3.jpg/500/286

SÃO PAULO

Geraldo Alckmin (PSDB): 50% ELEITO

MINAS GERAIS

Antônio Anastasia (PSDB): 63% ELEITO

RIO DE JANEIRO

Sérgio Cabral (PMDB): 66% ELEITO

ESPÍRITO SANTO

Renato Casagrande (PSB): 82% ELEITO

RIO GRANDE DO SUL

Tarso Genro (PT): 54% ELEITO

PARANÁ

Beto Richa (PSDB): 52% ELEITO

SANTA CATARINA

Raimundo Colombo (DEM): 53%ELEITO

BAHIA

Jacques Wagner (PT): 64% ELEITO

PERNAMBUCO

Eduardo Campos (PSB): 83%ELEITO

CEARÁ

Cid Gomes (PSB): 61% ELEITO

MARANHÃO

Roseana Sarney (PMDB): 50,08% – ELEITA

PARAÍBA

Teotônio Vilela (PSDB): 39,58% – 2º TURNO

Ronaldo Lessa (PDT): 29,16% – 2º TURNO

PIAUÍ

Wilson Martins (PSB): 46% – 2º TURNO

Silvio Mendes (PSDB): 30% – 2º TURNO

RIO GRANDE DO NORTE

Rosalba Ciarlini (DEM): 52% ELEITA

SERGIPE

Marcelo Déda (PT): 52%ELEITO

GOIÁS

Marconi Perillo (PSDB): 46% – 2º TURNO

Iris Rezende (PMDB): 36% – 2º TURNO

MATO GROSSO

Silval Barbosa (PMDB): 51% ELEITO

DISTRITO FEDERAL

Agnelo Queiroz (PT): 48% – 2º TURNO

Weslian Roriz (PSC): 32% – 2º TURNO

MATO GROSSO DO SUL

André Puccinelli (PMDB): 56%ELEITO

PARÁ

Simão Jatene (PSDB): 49% – 2º TURNO

Ana Júlia (PT): 36% – 2º TURNO

AMAZONAS

Omar Aziz (PMN): 64% ELEITO

RONDÔNIA

Confúcio Moura (PMDB): 44% – 2º TURNO

João Cahulla (PPS): 37% – 2º TURNO

TOCANTINS

Siqueira Campos (PSDB): 50,52% ELEITO

ACRE

Tião Viana (PT): 50,44% – ELEITO

AMAPÁ

Lucas Barreto (PTB): 28,93% – 2º TURNO

Camilo Capiberibe (PSB): 28,70% – 2º TURNO

RORAIMA

Neudo Campos (PP): 48% – 2º TURNO

Anchieta Junior (PSDB): 45% – 2º TURNO

Edição Todo Canal




Resultado da Eleição 2010 – Senador

http://uploaddeimagens.com.br/imagem/ver/Cpia-de-header3.jpg/500/286

ACRE
Jorge Viana (PT)
Petecão (PMN)

ALAGOAS
Benedito de Lira (PP)
Renan (PMDB)

AMAZONAS
Eduardo Braga (PMDB)
Vanessa Grazziotin (PC do B)

AMAPÁ
Randolfe (PSOL)
Gilvam Borges (PMDB)

BAHIA
Walter Pinheiro (PT)
Lídice (PSB)

CEARÁ
Eunício (PMDB)
Pimentel (PT)

DISTRITO FEDERAL
Cristovam Buarque (PDT)
Rollemberg (PSB)

ESPÍRITO SANTO
Ricardo Ferraço (PMDB)
Magno Malta (PR)

GOIÁS
Demóstenes Torres (DEM)
Lúcia Vânia (PSDB)

MARANHÃO
Lobão (PMDB)
João Alberto (PMDB)

MINAS GERAIS
Aécio Neves (PSDB)
Itamar Franco (PPS)

MATO GROSSO DO SUL
Delcídio (PT)
Moka (PMDB)

MATO GROSSO
Blairo Maggi (PR)
Pedro Taques (PDT)

PARÁ
Flexa Ribeiro (PSDB)
Marinor Brito (PSOL)

PARAÍBA
Vitalzinho (PMDB)
Wilson Santiago (PMDB)

PERNAMBUCO
Armando Monteiro (PTB)
Humberto Costa (PT)

PIAUÍ
Wellington Dias (PT)
Ciro Nogueira (PP)

PARANÁ
Gleisi (PT)
Requião (PMDB)

RIO DE JANEIRO
Lindberg (PT)
Marcelo Crivella (PRB)

RIO GRANDE DO NORTE
Garibaldi Alves Filho (PMDB)
José Agripino (DEM)

RONDÔNIA
Valdir Raupp (PMDB)
Ivo Cassol (PP)

RORAIMA
Romero Jucá (PMDB)
Angela Portela (PT)

RIO GRANDE DO SUL
Paim (PT)
Ana Amélia Lemos (PP)

SANTA CATARINA
Luiz Henrique da Silveira (PMDB)
Paulo Bauer (PSDB)

SERGIPE
Eduardo Amorim (PSC)
Valadares (PSB)

SÃO PAULO
Aloysio Nunes (PSDB)
Marta Suplicy (PT)

TOCANTINS
João Ribeiro (PR)
Marcelo Miranda (PMDB)

G1 | Edição Todo Canal

Dilma e Serra decidirão eleição para presidente no segundo turno

A eleição presidencial será decidida em segundo turno entre os candidatos Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), de acordo com os números do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com 95,01% das urnas apuradas, na noite deste domingo (3), a petista tinha 46,28% dos votos válidos (sem considerar votos brancos e nulos) contra 32,88% do tucano.

A quantidade de votos a ser apurada não é suficiente para Dilma vencer no primeiro turno. Para se eleger em primeiro turno, um candidato precisa obter mais da metade dos votos.

De acordo com o TSE, com 95.01 % das urnas apuradas, Marina Silva, do PV, registrava 19,67% dos votos válidos, e Plínio de Arruda Sampaio, 0,89% .

Os eleitores terão que voltar às urnas no próximo dia 31 de outubro para decidir entre Dilma e Serra. O início da propaganda eleitoral do segundo turno no rádio e na TV está previsto para se iniciar na próxima terça-feira (5).

A candidata Dilma Vana Rousseff, 62 anos, é ex-ministra da Casa Civil. Na campanha eleitoral, contou com o engajamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cujo governo registrou recordes de aprovação – na última pesquisa Ibope, a avaliação positiva do governo alcançava 77%. Lula participou de vários comícios e declarou repetidamente o apoio à candidata, o que inclusive rendeu a ele multas por propaganda eleitoral antecipada.

Ela nasceu em 14 de dezembro de 1947 em Belo Horizonte (MG). No regime militar, atuou em organizações de esquerda clandestinas, foi presa e torturada. Filiou-se ao PT em 2001, após ter deixado o PDT. Formada em economia, Dilma foi secretária de estado no Rio Grande do Sul. Em 2005, sucedeu José Dirceu na Casa Civil, que deixou o cargo após denúncia de envolvimento no caso chamado mensalão, em que parlamentares teriam recebido dinheiro para votar a favor de projetos do governo.

Antes de tornar-se candidata, Dilma revelou que estava se submetendo a um tratamento contra um linfoma, câncer no sistema linfático, mas disse que já estar curada.

José Serra, de 68 anos, foi deputado federal, senador, ministro da Saúde e do Planejamento, prefeito de São Paulo e governador do estado.

Durante a campanha, afirmou que é mais preparado e experiente do que Dilma para assumir o cargo de presidente. Não criticou o presidente Lula, e disse que, se eleito, manterá os progressos obtidos pelo atual governo. Defendeu, no entanto, que as políticas sociais de sucesso foram iniciadas durante o governo FHC, antecessor de Lula.

José Serra nasceu em 19 de março de 1942 na capital paulista, é casado e tem dois filhos. É formado em economia e engenharia. Iniciou a vida política no movimento estudantil. Foi presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE). Durante o regime militar, passou 13 anos no exílio. Ajudou a fundar o PSDB no final da década de 80

G1