James Akel: SBT e a sua coleção de casais gays

Por James Akel

Nunca, numa única novela, apareceu tanto casal gay de uma vez.
Eu falo daquela novela estranha, à noite, no SBT.
Tem mais casal gay que ibope.

Notícias da TV por James Akel

Frases de Rodrigo Santoro no Programa de Marília Gabriela

https://i2.wp.com/4.bp.blogspot.com/_zz9_i3Vq07A/SL6VDC7bDLI/AAAAAAAAAcw/lr5H0oy8Ga4/s320/rodrigo_santoro_marilia1.jpg

Abaixo, algumas frases de Rodrigo durante a entrevista com Gabi:

“Ser galã ajuda e atrapalha. Tem o status, mas tem o preconceito”;
“Falar espanhol é mais difícil que inglês”;
“Sofri pra fazer o último filme. Sempre sofro”;
“Procuro meditar 10 minutos todos os dias, para descansar a mente”;
“Fico bem sozinho, mas não me entenda errado, gosto da companhia de pessoas”;
“Eu tinha preconceito com televisão”;
“Estou solteiro”;
Ídolos: “Paulo Autran e Robert de Niro”;

Debate na Record pode ser Sucesso no domingo

https://i0.wp.com/portal.igeva.com.br/wp-content/uploads/2010/05/rede-record-logo.jpg
Claro que sucesso no debate de TV no domingo na Rede Record é uma questão de entendimento de ibope.
Mas entendam, o debate tem que acontecer, pois pelo porte de jornalismo da emissora, ela não poderia ficar fora disso.
Então a alternativa que teve Douglas Tavolaro foi dar concentração de ibope no Domingo Espetacular, que vai ao ar antes um pouco, das 19 às 21.
Douglas acredita que esta estratégia pode determinar um ibope ao Domingo que entregue alto para o embate.
Considerando que existe uma pequena queda de pesquisa contra Dilma e a favor de seu adversário, e imaginando que a briga no palco pode ser grande, teremos um ibope superior a 7.
Numa disputa contra Silvio e Fantástico este resultado seria muito bom.

Reality fracassado da TV Band chega ao final

https://i1.wp.com/www.pernambucoeventos.com.br/images/busao-do-brasil.jpg

A TV Band quer criar uma grande festa no final do fracassado reality Busão Brasil.
Gastaram uma fortuna e o ibope foi pífio.
Criatividade na TV Band passa muito longe da sede da emissora.
Quem sabe um dia o Johnny resolve administrar a TV com gente que entenda de TV e saiba que ibope é uma coisa que se tem quando se sabe quem está vendo a TV.
Mas ainda nem aprenderam isso.

Cesar Filho falou uma grande bobagem no SBT Repórter

https://i0.wp.com/www.sbt.com.br/sbtreporter/images/ft_apresentador.jpg

Na segunda feira, no programa SBT Repórter, Cesar Filho falou que “uma pesquisa mostrou que de cada 100 pessoas que morreram sem usar o cinto de segurança, apenas 45 delas se salvaram”.

Que coisinha mais fofa essa frase de Cesar Filho.

Ele é o jornalista que Silvio Santos tanto aposta no SBT.
O monocromático Cesar dá todas as notícais no mesmo tom.
Seria um excelente garoto propaganda da Jequiti.
Mas para bom apresentador de jornal está muito longe.
Se isto é competência, então o Luiz Gonzaga Mineiro, diretor de jornalismo, deve reavaliar todo conceito de bom jornalismo.

Conteúdo: James Akel

Edição para o Todo Canal: Ricardo Jatobá

James Akel e as Notícias da TV (25/06)

Caçando o que nem se sabe bem o quê

http://ocanal.files.wordpress.com/2009/10/cultura.jpeg

Na TV Cultura tem um funcíonário que foi apelidado de Caça-Fantasma. Ele chama um a um todo funcionário da casa, manda mostrar o crachá, pergunta o nome da pessoa, mesmo vendo o nome no crachá e depois anota num papel onde a pessoa trabalha.

Sabe-se lá, vai ver que a TV Cultura é malassombrada e estão procurando fantasmas. Coisas da TV Cultura. Coisas da TV de Sayad.

Ana Raio e Ribeirão

No dia 23, Ana Raio, do SBT, fez 10 de ibope, mas ontem, 24, fez 5. O ibope não é maluco. O povo é que não tem ideia do que deseja.

O outro lado do caso de Ana Maria Braga

https://audienciadatv.files.wordpress.com/2009/07/cruzess.jpg

Vejam que coisinha mais engraçada a postura desta senhora, Ana Maria Braga, apresentadora da Globo.

Primeiro, a assessoria desta senhora envia à imprensa um comunicado dizendo que Ana Maria Braga havia se separado de seu esposo no dia 13 de maio, coincidentemente a mesma data de libertação dos escravos. Então, seu esposo, perguntado por uma jornalista sobre o assunto, informou desconhecer tal separação. Vem, então, a revista Quem, do grupo Globo, contar que Ana Maria Braga teria tido um caso com um professor de dança. Ana Maria Braga revoltou-se com a publicação da Globo, mesma Globo onde Ana trabalha. Então, alegando que tinha autorização pra tal, Ana Maria Braga usa seu programa de TV pra fazer um desabafo contra a revista da editora Globo e ainda avisa que vai processar a revista e seus jornalistas. Agora, a Globo, em comunicado oficial, avisa a todos que nunca autorizou que Ana tratasse o tal assunto da revista daquela maneira. Não bastasse tudo isso, o próprio esposo de Ana Maria Braga diz à imprensa que está na mesma casa que Ana Maria pra dar uma força pra Ana. E hoje, ainda, duas jornalistas escrevem contando que Ana Maria Braga foi vista passeando de mãos dadas com seu esposo no Rio.
Ora, essa senhora Ana Maria Braga deveria mais é, ao invés de ter lições de dança, ter sessões de psicoterapia. Mas pensando bem, no caso de Ana Maria, nem Freud explica.

Raul realiza seu sonho na televisão

https://i2.wp.com/www.sbt.com.br/static/media%5Cplaylist%5C20100209115700%5C20100209115717/20100625145935.jpg

Raul Gil vai ter seu sonho realizado amanhã, quando entrar no ar o primeiro de seus programas no SBT.

Já de muito tempo atrás, mesmo fazendo grande sucesso na Record, Raul confidenciava a sua cabeleireira Ana que o seu grande sonho era ter seu programa na emissora de seu ídolo Silvio Santos. Passava ano e vinha outro, seu ibope era muito bom, mas Raul sentia uma vontade incrível de que seu programa fosse feito no SBT. No ano de 2000, mesmo com invejável ibope na Record, ganhando muito dinheiro com o sistema de prêmios por telefone, Raul tinha em mente um dia ter seu programa no SBT.

Agora, neste ano de 2010, Raul decidiu-se por apostar numa intermediação de um amigo de longa data, Jassa, cabeleireiro que faz a cabeça de Silvio em todos os sentidos. E numa velocidade descomunal, algo nunca visto na história do SBT, Jassa conversou com Silvio numa sexta enquanto Silvio fazia lá seu cabelo pra viajar no domingo, e, no dia seguinte, sábado, Jassa levou Raul pra conversar com Silvio dentro do SBT. E no mesmo sábado, Silvio acertou com Raul sua ida pra fazer o programa dos sábados. Palavra dada por Silvio a Jassa não volta atrás.

No mesmo sábado, Jassa convidou Raul pra jantar em comemoração. Raul aceitou e os dois comemoraram a grande vitória, mais uma de Jassa e a grande vitória de Raul, o mesmo menino magrinho que aparecia na televisão no começo dos anos sessenta, invariavelmente vestido de smoking preto fazendo imitações ou cantando e tendo sua primeira foto publicada na revista Intervalo em 1961, revista esta, que Raul Gil ganhou das mãos de um colecionador.

Raul sempre teve a preocupação com sua família. Sempre teve a preocupação em fazer uma estrutura que desse renda pra seus filhos de forma constante. E seu objetivo é construiir prédios em Moema, bairro onde tem contabilizadas 16 casas que um dia serão transformadas em edifícios, que vão deixar uma renda pra sempre pra seus filhos.

James Akel

James Akel: “Aprendiz com João Dória foi uma grata surpresa”

Por James Akel

Foi uma grata surpresa o primeiro programa da série O Aprendiz.

João Dória Jr teve um desempenho que se pode considerar muito bom e tomara ele mantenha o personagem que criou. Ele foi didático e duro, não sorriu. Foi extremamente crítico, mas foi didático de tal forma que todos que viram o programa entenderam tudo que ele falou técnicamente, o que é muito bom.

João poderia ter seguido o caminho diferente de Roberto Justus e ser mais doce com sorriso nos lábios. Mas preferiu o jeito de ser de seu antecessor. O resultado foi muito bom e o programa manteve o interesse do começo ao fim.

A edição estava muito bem feita, o que é raro hoje em dia na televisão. O editor do programa manteve uma linguagem excelente com um roteiro preciso e bem posicionado, ajudado que foi também pela direção de tv que criou imagens que puderam dar ao editor a possibilidade de um bom trabalho.

Quanto aos conselheiros, parece que tanto Cristina Arcangeli quanto David Barioni aprenderam com os erros de suas empreitadas anteriores. Cristina não conseguiu manter no ar o programa de televisão que era seu sonho e David teve uma administração na TAM que foi alvo de inúmeras críticas. No programa de ontem, os dois deram orientações muito eficientes, objetivas e muito bem entendidas pelo público. Foram muito melhores que a equipe anterior de Roberto Justus.

Os participantes tiveram reações exatamente iguais à vida real. Estavam apavorados igualzinho ficam os que trabalham no meio no começo de suas carreiras.

Pra este programa de ontem ser considerado mais do que bom, faltou apenas um psicólogo como conselheiro, pois aí tanto os participantes quanto o povo em geral entenderiam melhor as reações e o desempenho de quem participou.

James Akel: “O Troféu Impensa merecia ser produzido de forma mais luxuosa”

Por James Akel

O SBT deveria dar mais valor ao Troféu Imprensa, produzindo-o de forma mais luxuosa e num local de grande destaque na cidade, como um grande teatro.

O espetáculo de ontem mostrou coisas lindas e algumas emocionantes.

Ninguém deixou de se emocionar com a presença de Hebe Camrgo, a Grande Dama da Televisão, em seu diálogo histórico com Silvio Santos, sem edição, deixando ir ao ar conceitos e desejos dos dois, coisas que nunca antes tinham sido mostradas ao grande público.

Estava nítido o esforço que Silvio fez pra não se emocionar com a presença de Hebe e sua conversa com ela.
Silvio aproveitou pra desabafar e dizer que achava que, sempre que Hebe estava prestes a renovar contrato com o SBT, ela ia jantar com Amílcare Dallevo, dono da RedeTV, pra dar a impressão na mídia que ela poderia ir pra outra emissora.
Mas não fez este desabafo chateado não.
Fez dando uma risada verdadeira, pra dizer que Hebe só sairia do SBT se ela desejasse.
Tem mais, falou que as homenagens que Hebe recebeu recentemente não foram por sua situação física, mas porque foi uma oportunidade que o povo teve de mostrar o que sente por ela.

Curioso também, na conversa com a Hebe, Silvio ter falado de um assunto que era tabu dentro do SBT, que foi o assalto à sua casa, dizendo que levaram as jóias de sua mulher e também comentar que tem gente querendo que ele deixe de fazer programa aos 80 anos, o que seria a maior perda da história da TV.

O júri foi impecável, irretocável, com nomes muitíssimos bem escolhidos por quem o fez.

Esta é uma festa de um prêmio que hoje é a referência da Televisão e deveria ser entendida pelas concorrentes como um estímulo ao trabalho e por isto mesmo um evento a ser apoiado por todos de outras emissoras, leia-se Record e Globo.

VÍDEO DO DIA – Chamada piloto de República da Madrugada do SBT

Veja +

SBT investe na união de humor com jornalismo

Edilene Barbosa é novelista titular da Rede Globo

O Fuxico

Edilene Barbosa, filha do novelista Benedito Ruy Barbosa, irá renovar seu contrato com a Globo. A autora e roteirista já fazia parte da equipe do pai e foi uma das escritoras colaboradoras de novelas como Cabocla, Sinhá Moça e Paraíso, ao lado da irmã Edmara.

A assessoria de imprensa de Edilena contou a O Fuxico que, agora, ela viverá uma nova fase em sua carreira e passará a fazer roteiros sozinha.

“Os próximos trabalhos dele devem ser os remakes de Meu Pedacinho de Chão e O Feijão e o Sonho, ainda sem previsão para entrar na grade da Globo. Além de ideias, que serão desenvolvidas em futuras novelas e minisséries da emissora”, revelou a assessoria.

SBT investe na união de humor com jornalismo

Fernando Muylaert irá comandar a atração

Fernando Muylaert irá comandar a atração

Agência Estado

O SBT pode ter seu CQC, seu Pânico na TV, seu Legendários… Opa, esse ainda não estreou na Rede Record. Já está em produção na emissora de Silvio Santos, em clima de segredo total, República da madrugada, um programa com pegada de comédia stand up comandado por Fernando Muylaert. Ex-apresentador do Vida loca, do canal pago Multishow, Muylaert é desde 2009 responsável pelos quadros de humor do programa de Eliana.

República da madrugada, que ainda aguarda o O.k. final do homem do Baú, terá mais dois integrantes: Donald e Paulão, ambos figuras conhecidas dos palcos de comédia. O programa também conta com matérias engraçadas. A reportagem teve acesso a uma chamada piloto em que o trio aparece agulhando a concorrência. A assessoria do SBT disse desconhecer a existência da atração.

James Akel diz que Ratinho tem direito de ter o ibope baixo

Por James Akel

RATINHO é o dono de toda rede de retransmissão do SBT no Paraná.
Silvio Santos comprou 99 lojas de varejo de uma rede do Paraná.
Oras, onde será que Silvio vai divulgar sua nova rede de lojas de lá?
Claro, no SBT do Paraná.

RATINHO tem um programa de uma hora e meia no final da tarde , todos os dias.
O ibope dele é muito instável e a última meia hora sempre tem ibope menor que o restante do programa.
Mas isto é um detalhe de menor importância.

RATINHO, dono da rede de retransmissão do SBT no Paraná, tem direito de ter o ibope baixo, e um programa que desejar e pelo tempo que desejar.

James Akel: “Todas as emissoras estão chutando uma programação”

James Akel

Esta coluna recebeu um email de um leitor, de quem vamos preservar o nome, contando que a escolha do seriado Sobrenatural, feita por Daniela Beyruti, diretora geral do SBT, foi feita por votação pelo twitter.
E o seriado vingou.
Logo depois, também em votação, Dani teria escolhido o seriado Gossip pra colocar às 21 horas.
Caso essa situação seja fato, vamos dizer que a falta de experiência de Dani Bay a fez recorrer à votação no twitter e por acaso deu certo na primeira escolha.
Faltou a experiência, que esperamos que Dani tenha conhecido, pra entender que Gossip nunca substituiria Sobrenatural, pra um público que já estava acostumado com esse tipo de filme.
Vejam que o mesmo povo que elegeu Collor foi o que o destituiu do cargo e o povo que elegeu Lula, mesmo com Lula recebendo as mesmas denúncias feitas contra Color, reelegeu-o.
Pesquisas futuras em televisão quase sempre são imprecisas e não nos dão resultados corretos.

Vou contar uma coisa pra vocês.
Eu não mantenho contato com o jornalista Flávio Ricco, que escreve exclusivamente sobre televisão.
Mas, muitas vezes leio na coluna dele coisas que eu assinaria, referentes à estrutura de marketing da programação.
Muitas vezes nós já escrevemos coisas iguais, sobre um determinado fato da TV.
Isto porque nós conhecemos a história da TV, e digo história desde os anos sessenta.
Então sabemos o que vai acontecer, não por sermos mágicos, mas porque vivenciamos tais situações.
E essa falta de vivência é o problema nas direções de televisão de hoje, inclusive a Globo, desde que deixou de ter Boni em seu comando.
Todas as emissoras, sem excessão, estão chutando uma programação, sem base histórica de acontecimentos e fatos reais.
O único que teve toda experiência, que foi Silvio Santos, por algum motivo recusa-se a entender a história, e erra mais de oitenta por cento de sua programação.