”BBB12”: Daniel diz que usou sexo para uma futura estratégia

Mais revelações estão chegando a cada dia sobre um suposto estrupo na casa do BBB. No mesmo depoimento que ele revelou que não conseguiu manter a ereção durante os ”acontecimentos” na cama do BBB por causa que consumiu muita bebida alcoólica, ele disse que simulou o sexo para uma estratégia de jogo.

Segundo o modelo, um relacionamento favoreceria uma permanência maior dele na casa, ganhando assim mais prêmios. Essas informações são do Jornal O Dia, recebidas pelo depoimento que ele fez a polícia.

Redação do Todo Canal

Bomba | Segundo a Polícia, Daniel disse que não conseguiu manter a ereção

Pelo jeito, a novela do possível estupro entre Daniel e Monique mal começou. Agora em depoimento a polícia, o ex-BBB Daniel relatou que não conseguiu manter a ereção, mesmo fazendo carícias em Monique. O motivo seria o grande consumo de bebida alcoólica na festa. Os dois continuam negando que ocorreu o estrupo naquela madrugada.

A cueca e a calcinha que eles usaram no possível ato sexual, foram enviadas para o ICCE. Daniel rejeitou a oferta de um advogado da Globo. A redação do Todo Canal entrou em contato com o ex-BBB, mas obtemos a resposta que ele só responderia nossas perguntas na próxima segunda quando terá sua assessoria de imprensa.

Redação do Todo Canal

Programas da Record com boa audiência nessa última terça (17)

Na última terça-feira (17), vários programas da Rede Record marcaram boa audiência e fecharam na vice. Além vários temas, o assunto sobre o “BBB” foi destaques de vários programas, como o “Fala Brasil”, “Record Notícias”, “Tudo a Ver” e “Jornal da Record”, por exemplo.

O “Balanço Geral” garantiu boa audiência e deixou a Record na vice de acordo com dados prévios da manhã da última terça (17). Segundo a prévia, a atração jornalística marcou média de 4.4 pontos. No horário de exibição a Globo liderou com 5.3 e o SBT fechou na terceira colocação com 2.7.

Outro programa que se destacou no Ibope foi o “Record Notícias”. O telejornal exibido para São Paulo (mas, que também pode ser assistido por telespectadores de outros estados, através de sinal de antenas parabólicas e por operadoras de televisão por assinatura) marcou média de 8.8 e um dos principais assuntos do telejornal foi relacionado ao “BBB”. No horário de exibição a Globo liderou com 9.9 e o SBT surgiu na terceira colocação com 6.1.

A revista eletrônica “Tudo a Ver”, também, registrou bons índices de audiência. Segunda a prévia, a atração comandada por Tina Roma marcou  média de 6.1, contra 17.6 da Globo que foi líder e 4.4 do SBT que fechou na terceira posição em audiência.

Além desse programa, outro que merece destaque especial é o “Fala Brasil” que garantiu a liderança para a emissora com média de 7.7 pontos para a emissora paulista.

Os índices são prévios e podem ocorrer alterações no consolidado. Vale ressaltar que cada ponto do Ibope é equivalente a 58 mil residências na capital paulista, dados que serve como referência para o mercado publicitário.Esses dados são referentes a terça-feira, 17 de janeiro de 2012.

“Corações Feridos” reage na audiência

A novela “Corações Feridos” que estreou na última segunda (16), registrou uma reação positiva em termos de audiência. O folhetim, em seu segundo dia de exibição, registrou média de 6.2 pontos garantindo o terceiro lugar em audiência para o SBT e com uma boa reação se comparado com a audiência em sua estreia.

No horário de exibição, a Globo liderou marcando 34.8, a Record garantiu a vice marcando 8.7, a Rede TV! apareceu em quarto com 4.9 e a Band fechou na quinta colocação com 1.6.

Os índices são prévios e podem ocorrer alterações no consolidado. Vale ressaltar que cada ponto do Ibope é equivalente a 58 mil residências na capital paulista, dados que serve como referência para o mercado publicitário.

Crescimento

O crescimento em audiência da novela desde a sua estreia foi excelente. Na estreia do remake escrito por Íris Abravanel, o SBT marcou média de 2.9, ficando em quarto lugar e no segundo dia de exibição, sua média foi para 6.2. Vale lembrar que a novela é exibida às 20h30, aonde era exibido a “linha de show” da emissora, que, agora, é exibida às 22h30, ocupando o espaço da novela “Amor e Revolução”. Seria um novo horário para o SBT continuar a exibir suas novelas após o término de “Corações Feridos”?.

CRÍTICA: A mídia que estupra

The Accused (1988 – Jonathan Kaplan)

Quem não se lembra do filme The Accused (1988 – Jonathan Kaplan), protagonizado por Jodie Foster, que consagrou a atriz por uma interpretação notável? Filme aclamado pela crítica, impactante e polêmico em sua essência, narra a história de uma jovem, Sarah Tobias, que, após uma noite de diversão com as amigas, é estuprada por vários homens nos fundos de um bar. No desenrolar da trama, com o auxílio de uma advogada, Sarah, que no início é vista como “responsável” pela violência, consegue a condenação de seus agressores, reafirmando a tese de que, independente do flerte, da bebida, das roupas ou de qualquer outra coisa, estupro é sempre estupro.

No enredo, vitoriosamente prevalece a máxima: sim significa sim e não significa não! Durante o julgamento, entretanto, outros agravantes foram mobilizados pela advogada para condenar também os cúmplices daquele terrível caso: o estupro de Sarah morbidamente contou com uma platéia entusiasmada que, aos gritos, incitava o ato de violência. A cada novo agressor, a platéia pedia “bis”.


Para quem esteve ligado nas redes sociais no último domingo (15/01/12), sabe que a lembrança do filme não é fortuita. Desde ontem, o assunto do suposto estupro sofrido por Monique em rede nacional no Big Brother Brasil não sai de nossas cabeças e nem de nossas timelines. A cena, para quem viu no pay-per-view, enoja, deprime e indigna. Uma mulher, desacordada e vulnerável, tem o seu corpo violado e invadido por alguém que, ao que tudo indica, não foi convidado. Aparentemente sem consciência e sem meios de reagir, a vítima estava entregue ao seu agressor, Daniel, em frente às câmeras, à equipe técnica e à enorme platéia do outro lado da televisão e do computador.  Aquilo que era feito nos fundos de um bar perde os seus “pudores” e se torna diversão pública e explícita na TV.

Muitas questões têm surgido desde que a cena virou polêmica nacional: Monique sabia o que estava acontecendo? Ela compartilhou as carícias de Daniel? Houve sexo? Ela se lembra do que ocorreu? A despeito dos comentários moralistas, machistas e misóginos – que me recuso a discutir, pois já estou farta de tentar argumentar com quem insiste na imbecilidade – outro fato me chamou a atenção: o papel da platéia nesse “show de horrores”. Quem estava presenciando a tudo e nada fez? A responsabilidade do ato, além de Daniel, se ficar comprovado o estupro, deve ser estendida a quem mais? Assim como os espectadores do estupro no filme The accused, qual o papel da maior emissora de TV do país no caso?

Nas cenas do dia seguinte, Monique dava indícios de que não sabia exatamente o que havia ocorrido na noite anterior. Intrigada, após ter sido chamada no confessionário, pergunta à Daniel o que, de fato, acontecera naquela noite. O brother nega o sexo, dizendo que foram apenas beijos e umas passadas de mão, e claramente se esquiva do assunto.

Monique, confinada em um reality show, sem contato com o mundo exterior, não sabe que o Brasil discute seu suposto estupro. Possivelmente violentada enquanto dormia, ela é também “violentada” pela produção do programa, quando esta se nega a informá-la exatamente sobre que está ocorrendo. Omissão grave, já que esta era a equipe a quem a participante confiou sua segurança, ao aceitar participar do programa, um ambiente teoricamente controlado e protegido por regras e parâmetros de bom senso, garantidores, ao menos, da integridade física dos jogadores. Entretanto, a produção se abstém de dizer o que de fato está acontecendo e deixa Monique, mais uma vez, à mercê de seu eventual algoz. Embora ela tenha direito à verdade, ela continua indefesa na escuridão, como a do quarto em que estava na noite de sábado, permanecendo também na insegurança das camas compartilhadas do programa. Daniel, já anteriormente acusado de ter se aproveitado de Mayara, segue ileso pelos corredores da casa e sequer é questionado pelos responsáveis do reality show. Monique parece ser vítima duas vezes.

Independente da posterior averiguação do caso e da condenação ou não de Daniel, existe um cúmplice a quem não se pode negar a culpa: a Rede Globo de Televisão. A emissora, na madrugada do domingo, reconheceu as evidências de um possível crime (no plantão de notícias do pay-per-view os responsáveis pelo programa escreveram que estava “rolando um clima”, mas que a “loira não se mexia”), se utilizou dessas evidências para alavancar o seu ibope, incitando os telespectadores a continuarem a assistir às cenas, mas, em momento algum, tentou (ou desejou) interromper o ato. No dia seguinte, diante da polêmica e dessas evidências, se absteve, ainda, de revelar à Monique o que ocorrera, negando assim o direito essencial da participante de decidir se devia prestar queixa à polícia ou não.  Os produtores, cúmplices da suposta violência, ao esconderem as cenas de Monique, negaram-lhe, entre outras coisas, o direito de realizar o exame de corpo de delito, instrumento fundamental na comprovação da agressão. E quem se responsabilizará por isso?

O histórico de barbaridades no BBB já não é novo, mas quais serão os limites do programa após um suposto estupro em cadeia nacional? Como será interpretada pelas autoridades públicas e pelos telespectadores a omissão da Globo diante do caso?  A emissora, de forma tirânica e desleal, seguiu com o espetáculo, reduzindo o episódio, através de seu fiel porta-voz, Pedro Bial, a “muito amor”. Através de uma edição impregnada de machismo e, por que não, de moralismos arcaicos, deixou Monique à mercê da situação e sequer prestou contas ao público, que ainda debate intensamente nas redes sociais a saída/punição de Daniel. Como uma concessão pública, que serviços à comunidade são prestados por essa emissora de TV? Qual a responsabilidade social da Rede Globo com seus telespectadores? Ou ainda a pergunta que nos atormenta a cada dia: o que tem sido e para quê tem servido a grande mídia no Brasil?

Nesse sentido, a pressão e as críticas dos brasileiros e telespectadores é cada vez mais fundamental na mobilização de forças não somente para a solução desse caso, mas também na construção de uma nova mídia.

Ana Flávia C. Ramos

“Mais Você” perde para a Record e empata na vice com o SBT

O “Mais Você”, exibido e produzido pela Rede Globo, marcou baixos índices de audiência e fechou na vice-liderança, de acordo com dados prévios da manhã dessa terça (17).

Segundo dados prévios, o programa comandado por Ana Maria Braga, registrou média de 4.6 empatado com o SBT na vice. A Record, marcou 7.8 se isolando na liderança.

Os índices são prévios e podem ocorrer alterações no consolidado. Vale ressaltar que cada ponto do Ibope é equivalente a 58 mil residências na capital paulista, dados que serve como referência para o mercado publicitário.

Matéria Especial: Foi justa a expulsão de Daniel do “BBB”?

Desde a madrugada do último domingo (15), está 12ª edição do “Big Brother Brasil” não foi a mesma. O motivo já se tornou conhecido, um suposta violência sexual que o participante Daniel teria cometido com a sister Monique.

Geralmente as estreias são mais calmas, afinal é todo um processo de conhecerem os outros participantes. E logo na primeira semana surge uma polêmica de tamanho gigantesco, que chegou a ser o líder no TTs (assuntos mais comentados no Twitter).

Volta e meia chegavam notícias novas e foi se tornando uma “bola de neve”, algo teria que ser feito, se não, a situação ficaria insustentável. No inicio da noite de ontem, foi anunciado, através a eliminação do Daniel do reality show mais visto do país.

Para muitos, um alívio, afinal, ele teve a punição que merecia, mesmo não tendo sido provado absolutamente nada, para outros muitos, uma indignação, e chegaram a levantar a hipótese de que a punição foi na verdade, preconceito.

Hoje pela manhã, quando sintonizei meu televisor, na Rede Record, fique até surpreso, afinal um dos temas do “Fala Brasil”, era sobre o “BBB”.

Minutos se passaram, e a matéria continuava. Inclusive, a cobertura da Record desse fato se estendeu durante toda a sua programação e figurou no telejornal, “Record Notícias” e na revista eletrônica “Tudo a Ver”, como destaques do programa.

Com o assunto, a emissora liderou por vários e vários minutos, deixando a Globo, em terceiro lugar em alguns momentos. A equipe da emissora, juntamente com outros canais e outros jornalistas, estava no Projac, centro de produções da TV Globo. O “BBB” é um reality show da Endemol, com sucesso mundial e várias versões no mundo inteiro e chegou ao Brasil através da Globo.

Inclusive, no “BBB” africano, em 2007, o vencedor do reality  na versão africana, foi acusado de estupro e ganhou 100 dólares como prêmio, já que venceu o reality.

Tudo bem que é um assunto de destaque, mas a Record insistiu muito no assunto e de certa forma para atacar a sua principal concorrente. Mas, tudo bem, é um assunto de proporção nacional e até mundial, afinal é um grande formato que foi coadjuvante nessa história toda.

Mesmo com a eliminação, essa história ainda não está totalmente findada, pois ainda está em processo de investigação. A eliminação foi apenas o fechamento de um ciclo.

Mas, a eliminação foi justa? Diga sua resposta comentando nesse post e sua opinião sobre o acontecimento

Com assuntos polêmicos, “Fala Brasil” marca excelente audiência e lidera

Nós do Todo Canal, como vocês já devem saber, noticiamos a eliminação do agora ex-BBB Daniel, que é suspeito de praticar uma violência sexual contra uma participante do reality, pois bem, o assunto não ficou apenas na internet, foi destaques de grandes programas da tv brasileira, como o “Fala Brasil” e o “A Tarde é Sua”, da Record e da Rede TV!, respectivamente.

Na manhã desta terça-feira (17), foi ao ar mais um “Fala Brasil”, exibido e produzido pela Rede Record. O suposto estupro no “BBB” que teria sido cometido por Daniel e a suposta farsa da “megamãe”, como ficou conhecida a jovem que mora em Taubaté, que afirma ter está em período gestacional de quadrigêmeos, foram destaques do jornalístico matutino da emissora paulista.

Todos esses assuntos, além de uma matéria relacionada há um grande banco de reconhecimento mundial, garantiu a liderança para o telejornal.

Segundo dados prévios, a atração ancorada por Carla Cecato e Roberta Piza, garantiu média de 7.7 para a TV Record e a liderança. No mesmo horário de exibição, o SBT registrou a vice com 4.7 e a TV Globo amargou a terceira colocação com 4.3.

Os índices são prévios e podem ocorrer alterações no consolidado. Vale ressaltar que cada ponto do Ibope é equivalente a 58 mil residências na capital paulista, dados que serve como referência para o mercado publicitário.

Vale relembrar que qualquer novidade sobre o desfecho do caso será divulgado aqui no Todo Canal e também acompanhe nossa cobertura completa sobre o primeiro paredão desta edição do “Big Brother Brasil”, que, sem dúvida nenhuma, entrará para a história do reality e da tv brasileira.

Quem merece sair do Big Brother Brasil? Vote no primeiro paredão e saiba quem votou em quem

Ontem foi formado o primeiro paredão do BBB12. João Maurício imunizou Fael, e João Carvalho o líder votou em Analice para o paredão. Já Jakeline foi a mais votada entre a casa e recebeu 6 votos. Você pode votar na votação oficial e aqui no Todo Canal!

Analice e Jakeline formam o primeiro paredão do BBB 12

BBB 12: Veja o vídeo de Jonas, do “BBB12” se masturbando na webcam

É amigos, tem muita polêmica ainda. Depois do professor Yuri, e de vários famosos, mais uma pessoa mostrou aquilo na cam, e foi parar na internet. Agora trata-se do considerado mais bonito dessa edição do BBB pelas garotas, Jonas, o mister Brasil.

O vídeo tem pouco menos 1m15s, e ele mostra seu dote, e ainda pega uma fita métrica e mede o tamanho, as garotas vão enlouquecer.

Para você assistir no vídeo basta clicar aqui, mesmo assim você precisa ser maior de idade, e ser responsável pelos seus atos na internet.

Redação Todo Canal