Charlie Sheen deve sair de “Two and a Half Men” em avião

Charlie e Rose em cena de "Two and a Half Men"

Charlie e Rose em cena de "Two and a Half Men".

O desfecho do personagem Charlie na série “Two and a Half Men” será em um avião.

Isso porque o último episódio gravado pelo ator Charlie Sheen antes de ele deixar o programa termina com ele e a vizinha, Rose, embarcando para Paris.

Sheen teve vários problemas com álcool e drogas, foi internado, brigou com o criador do programa, Chuck Lorre, e, por fim, foi demitido da atração.

A CBS e a Warner divulgaram interesse em continuar com o programa, a série mais rentável da TV americana. Porém o grande mistério até o momento era como Sheen sairia de cena. Literalmente.

Na última cena de Charlie, ele anuncia para seu irmão, Allan, que vai para Paris com Rose. A cena seguinte, os dois estão na casa de Rose saindo com várias malas para o aeroporto.

Segundo fontes ouvidas pelo site TMZ, a ideia da viagem foi uma coincidência. Outra informação do TMZ é que os produtores não querem matar Charlie em um acidente de avião. De acordo com o site, eles não estão dispostos a matar outras pessoas –mesmo que elas não existam.

O ator Ashton Kutcher foi confirmado como novo integrante do elenco, porém ainda não se sabe qual será seu papel.

Com informações da Folha Ilustrada, do portal Folha Online.

Estúdio MGM pode ser vendido

AdNews

O estúdio MGM (Metro Goldwyn Mayer), de Hollywood, pode ser vendido ao empresário indiano Anil Ambani.

O bilionário indiano é dono da Reliance Big Entertainment e disputa a compra da MGM com mais outras nove companhias. Segundo o Valor Econômico, acredita-se que a Fox, da News Corp., a Time Warner e a Lionsgate estejam entre os possíveis interessados.

A MGM acumula atualmente uma dívida de US$ 3,7 bilhões.